CONVERSÃO DE GILSON ”EX INTEGRANTE DA BANDA TWISTER…

O cantor Gilson, acima, ( roupa cor laranjada),  conta em seu testemunho que após o falecimento de seu querido pai Miguel, (Gilson tinha 17 anos). Estava triste, sentindo-se desamparado e sem direção,  foi onde conversou com Deus pela primeira vez com sinceridade de coração. Na oração, pediu fama, sucesso, reconhecimento pelo trabalho e talento para a música, passado os anos se esqueceu do que tinha falado para o Senhor, e vejam só o que aconteceu! (A palavra tem poder! PROVÉRBIOS 18:21).

Enfim fama, dinheiro e sucesso e em sua carreira secular, Gilson lançou três discos, sendo um em Espanhol; ganhou o prêmio da Crauley de música mais tocada em todo o Brasil; venderam mais de Meio Milhões de cópias; Shows em todo Brasil e no Exterior e participação em todos os maiores programas de TV como: Xuxa, Domingo Legal com Gugu Liberato, Eliana, Caldeirão do Hulk, Raul Gil e muitos outros, atuou na novela “El Juego de La Vida”, que passava em horário nobre no México e EUA, e gravou mais de cinco vídeo clipes!

Aparentemente… todos os sonhos estavam realizados. Mas mesmo com toda fama e sucesso sentia um grande vazio em seu coração, e foi através de CD’s evangélicos que ganhava de fãns da banda, o Espírito Santo começou a agir e transformar sua vida! (Deus habita em meio à Louvores – Salmos 22:3).

Até que conheceu Riqueli, que foi a pessoa a qual o levou para a igreja, orou e guerreou por sua transformação e conversão. Casaram debaixo da bênção e graça do Senhor JESUS, e tiveram o primeiro filho. Isso tudo em meio aos shows e viagens da banda Twister e nesta época Gilson já ministrava louvores ao Rei Jesus no ministério em que era obreiro! Mas, ainda tinha um contrato com a gravadora que o impedia de gravar músicas evangélicas e testemunhar sua transformação de vida, libertação dos vícios, fazer a obra e falar sobre o que ardia em seu coração;

Mas, Deus é fiel e justo para cumprir suas promessas e o que Ele começa vai até o final, pois Jesus Vive! Foi quando que no ano de 2003 a banda Twister encerrou suas atividades, e a gravadora veio a falir! Para o cantor Gilson foi motivo de alegria pois, enfim poderia servir o Reino de Deus com seu instrumento; “Sua voz e seu testemunho”.

E com o término da banda Twister iniciou-se então a gravação do CD “Na Paz” junto com Wesley Ros, foi aí, que Gilson constatou que também tinha talento para compor e produzir. Bom… Hoje, Gilson Campos e Riqueli Lucatelli, casados à mais de 6 anos eles tem dois lindos filhos Davi e Miguel. “Minha maior alegria é hoje poder declarar que… Eu e minha casa servimos ao Senhor!”, comenta Gilson.

 

 

Gilson Campos, sua esposa e filhos congregam e servem como obreiros na Comunidade Evangélica Casa de Oração no bairro da Penha em São Paulo, www.casadeoracao.org e seus Pastores são Pr. Luis Botelho e Cida Botelho. “Eles são bênçãos em nossas vidas!” …Comenta Gilson.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Religião e Política

 

 

Candidatos à presidência dos EUA confessam seus pecados em Rede Nacional.

As eleições presidenciais norte-americanas estão se aproximando, dia quatro de novembro, e os candidatos ao posto maior da Casa Branca mostraram que tem temor a Deus.

No último sábado (16/08), o democrata Barack Obama e o republicano John McCain, deram depoimentos a Rick Warren, que é Pastor de uma das principais Igrejas protestantes dos Estados Unidos, a Saddleback, em Lake Forest, no sul da Califórnia, da qual fazem parte cerca de 20 mil pessoas.

Em uma das nações mais fortes do mundo vimos Obama e McCain declararem os seus “piores” pecados, segundo eles, em Rede Nacional no horário nobre da TV norte-americana:
“Meu pior pecado foi o egoísmo. Durante minha juventude experimentei drogas, bebi… Fiz tudo isso porque só pensava em mim mesmo, pela minha incapacidade em me concentrar nos demais”, afirmou Obama a Rick Warren.

Já McCain disse: “Meu maior erro foi o fracasso de meu primeiro casamento… Sou uma pessoa muito imperfeita, mas acho que aquilo foi minha maior falha moral”.

Obama também falou de sua fé cristã e se deteve em explicar com detalhes como sua fé em Jesus o tinha ajudado a levar as cargas de sua vida e lhe tinha dado o valor para enfrentar desafios como lutar pela presidência do país.

McCain afirmou que “não tem vergonha sobre sua profunda fé em Deus”, mas que “obviamente, não tentava impor suas opiniões para os outros”.

Às vésperas das eleições presidenciais, os candidatos não negaram a sua Fé e mostraram ainda que até o país mais influente do mundo precisa da direção de Deus.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A FÉ QUE FAZ A DIREFERENÇA!

O jogador Kaká está na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo.

Kaká é único brasileiro a figurar nessa lista, de acordo com a conceituada revista norte-americana TIME.

Na escolha da revista foi levada em consideração o fato do jogador fazer questão de não esconder a sua Fé.

Kaká conquistou no ano passado o título da Liga dos Campeões da Europa, e exibiu ao mundo todo a camisa com a inscrição “I belong to Jesus” (Eu pertenço a Jesus). O brasileiro também colocou em suas chuteiras a frase “Jesus in first place” (Jesus em primeiro lugar).

Kaká pela sua Fé e testemunho é considerado pela TIME o exemplo a ser seguido e o mais influente do cristianismo mundial.

Outro fator que levou o brasileiro a estar na lista dos mais influentes foi a sua destacada atuação como embaixador contra a fome do Programa da Alimentação da Organização das Nações Unidas (ONU).

O jogador do Milan, da Itália, concedeu entrevista à rede de televisão do clube, onde ele fez questão de agradecer a Deus por fazer parte da lista.

Kaká também é um exemplo em uma profissão em que muitos jogadores de futebol valorizam cada vez mais os bens materiais e a promiscuidade.

O que adianta ter as riquezas deste mundo ou ser honrado por todos, se eu não estiver perto de ti Senhor!!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

CHAMADO DE MISSÕES!

“Na igreja que estava em Antioquia havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé, e Simeão, chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes, o tetrarca, e Saulo. E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram” ( Atos 13:1-3).
Apesar de não citar a palavra missionário esta passagem nos mostra explicitamente que Barnabé e Saulo foram enviados em uma missão. Eles estavam sendo enviados para pregar o evangelho entre os gentios.
Assim como Paulo e Barnabé, todos nós cristãos fomos chamados pelo Senhor a levar o evangelho a todos que não o conhecem. “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura”. Mc 16:15.
Existem lugares onde poucos estão dispostos a ir, pela distância ou porque sabem que essa não é uma tarefa fácil. Mas, sabemos que todos os povos e nações precisam ser alcançados, pois esse é um mandamento do próprio Jesus Cristo. E muitos escolhidos e capacitados por Ele já estão nos campos missionários fazendo a obra do Senhor, esses missionários deixaram sua vida particular para trás, tudo que conquistaram, para atenderem a um chamado do Senhor.

“Respondeu-lhes Jesus: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” Mt 22: 37-39
Se amamos o nosso Criador, amaremos também ao nosso próximo, “… pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê…” (1 Jo 4.20b), “Ele nos deu este mandamento: Quem ama a Deus, ame também seu irmão.” (1 Jo 4.21).
Isso implica, entre outras coisas, querer para os outros aquilo que de melhor recebemos: a salvação. Por isso, temos que ir ao encontro das pessoas que ainda não estão em Cristo, apresentá-lo e fazê-lo conhecido.
Compartilhar Jesus Cristo com outros deve ser parte do nosso estilo de vida pois somos seus representantes. Se pregamos a palavra de Deus aos nossos amigos, colegas de trabalho, parentes, enfim, somos missionários.

Se você não tem chamado para ir ao campo missionário, deixando para trás sua vida particular, família e tudo o que conquistou, então seja missionário em sua cidade, em seu bairro, na empresa que você trabalha; inscreva-se no “Ministério Atacar”. Desta forma você também estará fazendo missões.
O Ministério Atacar é um projeto da Igreja Bola de Neve que tem por objetivo levar a palavra de Deus ao maior número de pessoas possível.

“A OBRA DE MISSÕES É FEITA DOS PÉS DE QUEM VAI, DOS JOELHOS DE QUEM ORA E DAS MÃOS DE QUEM CONTRIBUI.”

“A obra de missões é feita dos pés de quem vai, dos joelhos de quem ora e das mãos de quem contribui”
E assim, atendendo ao chamado de nosso General Jesus Cristo, fazemos com que a “igreja avance e o inferno retroceda”.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Por que a Igreja Bola de Neve atrai surfistas, jovens de classe média e famosos?

ENREM NO SITE BOLA DE NEVE: http://www.boladenevechurch.com.br/


Poucos metros separam dois points da juventude carioca: a Praia do Pepê e o templo da igreja Bola de Neve Church, ambos na Barra da Tijuca. Na praia, os surfistas usam as pranchas para pegar onda e, nos cultos, elas estão no altar. É isso mesmo. Criada há quase uma década por um surfista de São Paulo, Rinaldo de Seixas Pereira, a igreja nasceu com o objetivo de aproximar os jovens da religião. Hoje, os cultos mostram que a meta foi alcançada. Qualquer um dos 75 templos espalhados pelo País fica lotado de meninas e meninos bronzeados, bonitos, malhados, tatuados. De quebra, ela também está conquistando famosos como os atores Guilherme Berenguer, Fernanda Vasconcellos, Thiara Palmieri, Alexandre Frota e o cantor e ex-Raimundos Rodolfo. O que atrai tanta gente? Há, certamente, mais de um motivo. O púlpito em forma de prancha, a pregação embalada pelo reggae, a Bíblia com imagens de esportes radicais na capa, além de pista de skate. O culto parece uma festa. Mas os preceitos bíblicos, entre os quais virgindade até o casamento, são o centro das atenções. Segundo Eduardo Refkalefsky, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro e especialista em comunicação religiosa, o sucesso está justamente no equilíbrio entre forma e conteúdo: “A Bíblia é apresentada com uma linguagem jovem. A informalidade é atraente e gera identificação”, afirma.

Tudo é diferente, a começar pelo nome. Bola de Neve quer dizer algo que não pára de crescer. “Acreditávamos que a igreja começaria pequena e ficaria grande, como uma avalanche”, explica Rinaldo, o pastor Rina, 36 anos, ex-usuário de drogas que se tornou evangélico após contrair uma hepatite, em 1992. “O nome é diferente porque a igreja é diferente”, resume. O ator Guilherme Berenguer concorda. Ele encontrou na Bola de Neve um ambiente estimulante: “O que fascina é a possibilidade de receber orientação espiritual de uma forma completamente descontraída e livre. Não tem o peso que eu sentia na escola dominical quando criança. Eu não absorvia tanto os ensinamentos da forma como eram passados. Não tinha essa identificação.” Sempre que pode, o ator vai aos cultos, que são realizados duas vezes por semana, aos domingos e às quartas-feiras.

Cânticos em ritmo de reggae e rock dão início à reunião. Os nossos jovens dançam, acompanhando os passos de duas dançarinas que agitam lenços coloridos. De calça jeans, tênis e camisa florida, o pastor Gilson Mastrorosa, 33 anos, sobe ao altar meia hora depois. “A igreja tá bombando”, diz ao microfone, arrancando palmas dos fiéis, que ainda procuram um lugar para sentar ou mesmo ficar em pé. Ele pára e observa a movimentação. De repente, se joga no chão, simulando um cochilo. As gargalhadas são inevitáveis. “Pára de palhaçada. Vamos prestar atenção”, pede, ainda rindo, ao se levantar. Mas as brincadeiras continuam, mesmo durante o casamento de dois vendedores que superaram uma crise conjugal. “Deixa ver se essa aliança não é dá China”, brinca, antes de celebrar a união de Fernanda de Lucena e Roberto de Azevedo, ambos de 33 anos. “A gente não faz tipo de pastor. No altar somos nós mesmos”, afirma, convencido de que isso é uma vantagem. Cunhado de Rina, foi ele quem instalou a igreja no Rio, há cerca de três anos. Nos primeiros seis meses, as reuniões realizadas em uma sala de um edifício comercial, na Barra, tinham apenas uma dúzia de freqüentadores. Hoje, o salão para 600 pessoas está pequeno e, por isso, será ampliado em breve. Sem contar que a zona sul deve ganhar um templo ainda este ano.

O pastor, porém, pára com as gracinhas ao pedir a colaboração dos fiéis. É hora do dízimo. Embora mantenha o tom informal, recheado de gírias, o discurso também é mais sério quando começam os estudos bíblicos. Segundo o professor Refkalefsky, da UFRJ, a Bola de Neve tira proveito das novas tecnologias, muito utilizadas pelos jovens. “Além do site, que mais parece o de uma grife de surfwear, eles são muito populares em páginas como o Orkut. Esse boca a boca virtual a ajuda a crescer”, argumenta. A informalidade, contudo, não se confunde com flexibilidade. Quem é da igreja segue a Bíblia. Ninguém está proibido de ir a festas, mas os jovens fiéis acabam evitando as noitadas, normalmente regadas a bebidas. É o caso da estudante Milla Knesse, 17 anos, que se converteu aos 14 e já começa a fazer pregações para adolescentes. “Não vou mais a alguns lugares aonde ia porque meus objetivos mudaram, mas continuo saindo muito”, diz Milla, que pega onda, faz kitesurf e usa as mesmas roupas das meninas de sua idade. Mas não namorou mais desde que se converteu. “Entrei na igreja namorando um menino que não freqüentava. Eu achava que não íamos terminar, mas não deu certo”, lembra. Terá mais chances com a bela garota um parceiro que também goste de Jesus.


Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

Débora: Uma mãe espiritual!

 

Juízes 4:1-24

Falar sobre Débora é falar a respeito de maternidade espiritual. Essa mulher foi a única em toda a história das Escrituras elevada a um alto cargo político; também é conhecida como “Mãe de Israel”.

 

Débora possuía uma autoridade que não era imposta, mas sim reconhecida por seus frutos. E assim também o Senhor deseja que essa autoridade seja manifesta em nossas vidas. A autoridade e o respeito foram atribuídos à Débora por suas atitudes, pois uma verdadeira mulher de Deus consegue enxergar o próximo como sendo superior a si mesma.

O Senhor está procurando mulheres que dêem frutos, verdadeiras mães espirituais.

A mulher que produz o fruto do Espírito não anda segundo o desejo da carne, mas, com suas atitudes de sabedoria, gera transformação ao seu redor. Débora foi uma mulher confiante, conhecida pelos seus feitos e por sua sábia ousadia e, acima de todas as coisas, não desejava honra para si mesma.

Hoje em dia a igreja de Cristo carece de mulheres que buscam esse crescimento espiritual.

Para vivermos a plenitude de Cristo é necessário não estarmos divididas, pois precisamos oferecer ao Pai o fruto completo, o fruto do Espírito. (Gálatas 5:16-22).

Deus possui um coração materno: conhecemos a Deus por El Shadai (El= Poder e Força; Shadai = Peito, colo), que nos expressa a ternura e o cuidado dEle por nós. Servimos a um Deus que cuida (Isaías 49:15-16) e um Deus que consola (Isaías 66:13).

Seja você também uma mãe espiritual, aquela que consola, que está disposta a ajudar a sua irmã e a entender que dor partilhada é dor dividida.

Se você deseja ser uma mulher espiritual, desprenda-se da sua visão limitada e comece a obter uma visão ampla do Reino de Deus. Mulheres com essa visão estão prontas a passar por perseguições, traições, sabendo investir em relacionamentos que agradam o coração de Deus. Mulheres maduras

se submetem à autoridade de Deus, como também à Sua liderança. Mulheres maduras fazem tudo para o Senhor, não por ambição ou por reconhecimento humano (Filipenses 2:3-4).

O Senhor é Aquele que vai honrar você! Deus levantará uma pessoa para estar ao seu lado, assim como fez com Débora e Jael. O compromisso e a confiança na vitória fizeram de Débora uma mulher forte, preparada.

Um sinal de maturidade espiritual é ter um sorriso nos lábios em meio ao deserto e não palavras de murmuração. Débora era uma profetiza para a nação de Israel. Você precisa saber quem você é para Deus! Não faça nada por ambição egoísta ou vaidade. “Déboras” não vivem no comodismo, mas avançam e conhecem a vontade de Deus.

A mulher madura espiritualmente teme a Deus, ama sem pré-condições, é ciente de que vive pela graça e não pela Lei.

Lance seus problemas na cruz de Cristo, a cura vem e com o tempo o que doía já não dói mais. O que importa é você ter a certeza de que está fazendo o melhor para o Senhor. Seja autêntica! Reconheça e seja grata, assim como Débora em seu cântico, elogiou a Jael (Juízes 5:6).

Como ser uma mãe espiritual :

%u2022 Comece orando pela mulher que o Senhor tocar sem seu coração.
%u2022 Estabeleça um relacionamento com atitudes práticas. Aquela que deseja ser a maior, que seja a menor.
%u2022 Lembre-se que o seu foco é Jesus Cristo. Débora tinha um foco, tinha metas, não ficava

parada.
%u2022 Ame o teu Pai espiritual.
%u2022 É preciso ter segurança em Deus para enfrentarmos o desânimo, perdoar e esquecer, amar sem condições.
%u2022 Tenha Fé. Através de atitudes de fé, Débora silenciou a voz de dúvida e timidez.

Uma mãe espiritual é guerreira, porque o Senhor a revestirá com a Armadura de Efésios 6:10. Tenha humildade, santidade e pureza.

Você foi chamada por Deus! O amor é a fonte de transformação de todas as coisas, é a tua principal arma.

Peça sabedoria e discernimento, pois a honra vem do Senhor!

Deus te abençoe.

Pra. Denise

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

MERGULHANDO NA PALAVRA DE DEUS ”AMOR”

Amar não é ter um sentimento.
O amor é uma escolha e não um sentimento ou uma reação natural. Reações naturais são aquelas  praticadas como conseqüência natural de algum outro fato anterior. Por exemplo: comer é uma reação natural (a pessoa come quando tem fome), dormir é uma reação natural (a pessoa dorme
quando tem sono), respirar é uma reação natural (os órgãos respiratórios naturalmente funcionam
objetivando a respiração, como uma espécie de auto defesa contra a falta de ar), etc. Já o amor esperado por DEUS é uma escolha que independe de circunstâncias ou do que outras pessoas façam.
Gostar, porém, é muito diferente de amar, pois amar é dar-se, doar-se, é gastar tempo com alguém:
quanto mais tempo você gastar com algo, mais amor terá por isso, ao gastar tempo em amar de uma maneira que agrada a DEUS, estará investindo e aplicando esse tempo, gerando, certamente, um
grande retorno. O gostar, por sua vez, tem uma conotação de julgamento e semelhança, sendo uma
relação baseada em trocas e conveniências. O grande desafio do homem é viver a sua vida em amor.
No grego antigo, havia três palavras para traduzir amor:
· Amor Philéo: é o amor-amizade. Esse amor é aquele que sentimos com nossos irmãos e pais.
· Amor Eros: é o amor sexual entre um homem e uma mulher e, como sabemos, deve ser praticado dentro do casamento.
· Amor Ágape: é o amor que caracteriza DEUS. Trata-se do amor que DEUS tem por nós, um amor leal, firme e fiel. Não importa o que o homem faça, o amor de DEUS não aumentará e não diminuirá, simplesmente continuará o mesmo, ou seja, eterno, infinito e imensurável. É
um amor tão grande a ponto de ser sacrifical.
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que
nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3:16)
O diabo e o amor.
O diabo não conhece, não consegue ter ou praticar o amor. O amor para ele é algo insuportável e, como ele não suporta isso, distorce da seguinte forma:
· Faz com que o amor philéo seja motivado por interesse;
· Faz com que o amor eros seja praticado fora do casamento;
· Faz com que os homens não recebam o amor ágape e tampouco vivam e distribuam esse
amor.

O amor que vem de DEUS.
Ao falarmos do amor de Deus, estamos nos referindo a um amor santo e, para cumprirmos o grande
mandamento de amar nossos inimigos, precisamos viver na ação do ESPÍRITO SANTO e não na da carne.
DEUS é luz, e não há nele treva nenhuma. (1 João 1:5)


Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que
soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que
entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a
injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.   (1 Coríntios 13)
.

Esse amor não vem naturalmente após a nossa conversão a JESUS CRISTO, mas precisa ser conquistado com luta e perseverança durante a nossa caminhada com DEUS.
A nossa vida aqui na Terra é passageira e toda profecia, palavra, cura, milagre, embora sejam tremendos, um dia desaparecerão, pois são armas atuais que DEUS nos dá. Contudo, o amor é maior que todos os outros dons e somente ele permanecerá, pois quando chegar o dia de vermos ao SENHOR face a face (I Coríntios 13:12) os demais dons, além do amor, não mais serão necessários.
Isso faz-nos concluir que assim como DEUS, o amor também será eterno.
O amor é tão importante em nossas vidas que JESUS resumiu todos os mandamentos em apenas dois:
E os fariseus, ouvindo que ele fizera emudecer os saduceus, reuniram-se no mesmo lugar. E um deles, doutor da lei, interrogou-o para o experimentar, dizendo: Mestre, qual é o grande mandamento na lei? E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é:

Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. (Mateus 22:34-40)
O amor leva-nos automaticamente ao cumprimento de todos os demais mandamentos e leis do
SENHOR.
Nós temos de amar a todas as pessoas, mas JESUS estabeleceu uma seqüência (um ranking):

1º lugar  DEUS
2º lugar  O próximo

Precisamos amar a DEUS em primeiro lugar porque é dEle que vem o nosso suprimento e capacitação. Se amarmos as pessoas acima de DEUS, poderemos tropeçar, decepcionar-nos a qualquer momento, pois todos nós, sem exceção, somos falhos. Quando amamos ao SENHOR acima de todos e de tudo, recebemos grande proteção e livramento, além de sermos cheios pelo ESPÍRITO SANTO. O amor é uma atitude que constrange as pessoas, pois o mundo não está acostumado a isso; o amor de DEUS, então, constrange-nos a tal ponto de não mais suportarmos a sujeira em nossa vida.
Se um dia suportarmos viver sem DEUS, algo estará errado e o melhor será revermos os nossos valores.
Sem doação de tempo não existe amor verdadeiro e essa doação pode ser feita através de uma oração, leitura da Palavra, escrevendo uma carta para quem se ama, telefonando, etc. O homem precisa criar uma determinada disciplina em seu relacionamento com DEUS, investindo e administrando o tempo que tem, para que consiga crescer em amor com Ele.
Doar tempo para DEUS é diferente de fazer a obra dEle, pois podemos trabalhar para DEUS sem, contudo, estarmos efetivamente com Ele, o que nos torna pessoas frias, duras e secas. Maior é a obra que DEUS vai fazer na nossa vida do que a obra que DEUS vai fazer ATRAVÉS de nossas vidas. Esse tempo que DEUS quer de nós é algo íntimo e pessoal; momento em que seremos cheios, em que Ele encherá nossos copos e jarras, para que possamos distribuir esse mesmo amor ao mundo. DEUS entregou os mandamentos ao homem para que fossem cumpridos e eles são ORDENS de  DEUS; o primeiro deles é para que amemos a DEUS acima de todas as coisas.
Amarás, pois, o SENHOR teu DEUS de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. (Deuteronômio 6:5)
Amar a DEUS faz com que o cristão tenha experiências através de alguns fatos:
· Correspondência: o amor passa a fazer parte de ambos os lados do relacionamento. O homem passa a corresponder o amor transmitido originalmente por DEUS.

Nós amamos porque Ele nos amou primeiro. (1 João 4:19)
· Ser conhecido: quando o cristão manifesta o seu amor a DEUS, ele prova para o SENHOR que independentemente do que ocorra, a sua vida continuará nas mãos dEle.
Mas, se alguém ama a DEUS, esse é conhecido dele. (1 Coríntios 8:3)
· Receber livramento: há uma promessa de livramento para aqueles que amam a DEUS.
Porque a Mim se apegou com amor, Eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome. (Salmo
91:14)
· Viver o propósito de DEUS: quando amamos ao SENHOR acima de todas as coisas, sempre estaremos confiantes, qualquer que seja a situação que estivermos enfrentando. Isso permitenos enxergar o PLANO COMPLETO de DEUS para nós, ao invés de enxergarmos apenas o plano imediato.
Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a DEUS, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Romanos 8:28)

· Ser abençoado: DEUS ama abençoar todo seu povo, principalmente aqueles que O amam.
E será que, se diligentemente obedecerdes a meus mandamentos que hoje vos ordeno, de amar ao SENHOR vosso DEUS, e de o servir de todo o vosso coração e de toda a vossa alma, então darei a chuva da vossa terra a seu tempo, a temporã e a serôdia, para que recolhais o vosso grão, e o vosso mosto e o vosso azeite. E darei erva no teu campo aos teus animais, e comerás, e fartar-te-ás.
(Deuteronômio 11:13-15)
· Ser obediente: como resultado do nosso amor a DEUS, desenvolvemos uma profunda obediência a Ele.
Se me amardes, guardareis os meus mandamentos. (João 14.15)
Aqui está um versículo chave para o entendimento do que é amar a DEUS: aquele que verdadeiramente O ama, coloca-O sobre tudo e todos, fazendo exatamente o que Ele deseja e isso
sempre com obediência e humildade.
Depois de terem comido, perguntou Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me (agapos) mais do que estes? Respondeu-lhe: Sim, Senhor; tu sabes que te amo (phileo). Disse-lhe: Apascenta os meus
cordeirinhos. Tornou a perguntar-lhe: Simão, filho de João, amas-me (agapos)? Respondeu-lhe: Sim, Senhor; tu sabes que te amo (phileo). Disse-lhe: Pastoreia as minhas ovelhas. Perguntou-lhe terceira vez: Simão, filho de João, amas-me (phileo)? Entristeceu-se Pedro por lhe ter perguntado pela terceira vez: Amas-me? E respondeu-lhe: Senhor, tu sabes todas as coisas; tu sabes que te amo (phileo). Disselhe Jesus: Apascenta as minhas ovelhas. (João 21:15-17)
Os termos “ágape” e “philéo” são igualmente traduzidos para o português como “amor”, mas vimos que essas duas palavras gregas têm significados diferentes: o último verso mostra-nos Pedro constrangido, admitindo para JESUS que ele ainda tinha o amor “philéo” e JESUS já sabia disso. A partir da habitação do ESPÍRITO SANTO, Pedro teria à sua disposição o amor “ágape”, pois este nada
mais é do que o amor de DEUS dentro de nós. O fato de Pedro ter negado a JESUS não queria dizer que não O amasse, mas que ainda não possuía o amor incondicional, uma vez que ele não estava disposto, naquele momento, a morrer por esse amor. Após a ascensão de JESUS e a descida do ESPÍRITO SANTO, Pedro passa a ser morada de DEUS e o amor “ágape” consegue ser desenvolvido
no caráter dele. Vemos, então, que o mesmo homem que negara JESUS, declarava com intrepidez a
mensagem do Evangelho, sem temer a prisão ou açoites (ver em Atos 4:1-20).
Quando a pessoa permite que o ESPÍRITO SANTO habite nela, ela lutará para andar em Espírito, manifestando nesse caso especificamente, o fruto do amor (ágape). Aquele, então, que negava a DEUS através de suas atitudes, passa a ter firmeza e intrepidez diante das situações, colocando o
amor a DEUS sobre todas as coisas em sua vida! Aleluia!
· Amor ao próximo:
Amar o próximo é o segundo mandamento que DEUS deu ao homem, sendo igualmente necessário destinar-lhe tempo e demonstrar a importância deste em sua vida.
E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. (Mateus 22:39)
Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai que está
nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos.
Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? não fazem os publicanos também o mesmo? (Mateus 5:43-46)

O amor é uma atitude e não um sentimento, como o mundo prega, por isso, ESCOLHEMOS amar, ao invés de esperarmos um sentimento brotar para que passemos a ter atitudes de amor. Nossa carne e alma são incentivadas por satanás a amar somente as pessoas que “merecem”, mas, sendo um fruto
do ESPÍRITO SANTO em nossa vida, nosso amor será capaz de alcançar, inclusive, nossos inimigos.
O verdadeiro amor não deseja o mal e nem se alegra, até mesmo quando o inimigo cai ou perece, antes, busca sempre o bem e jamais acaba.

Publicado em Uncategorized | 6 Comentários